Você pode trabalhar no Japão?

1. Sim, se você for descendentes de japoneses:

Os descendentes de japoneses são autorizados a trabalhar no Japão, principalmente os casos de filhos e netos de japoneses (Nissei e Sansei). As condições para Yonsei ainda estão em discussão (13/10/18)

Segundo dados do governo japonês, há 1.280.000 de estrangeiros desenvolvendo alguma atividade remunerada no Japão. Desde 2012, o número cresceu de 1,1% para 2% da população como sendo estrangeira.

2. Sim, se você for casado com descendente ou cidadão japonês:


O brasileiro ou a brasileira, casado com alguém de nacionalidade japonesa ou descendente (Nissei e Sansei), pode requerer o visto e assim trabalhar no país legalmente no Japão.

Sou descendente e agora? Você precisa tirar seu visto de trabalho:

O visto de trabalho, que comporta não só a contratação por uma empresa japonesa, mas também uma transferência. O documento tem duração: de 1 a 3 anos, podendo ser renovado por quantidade indeterminada.

A empresa ou empreitira, responsável por oferecer oportunidade de trabalho no Japão para brasileiro, patrocina a emissão do visto e cuida dos detalhes da emissão do Certificado de Elegibilidade. Esse documento, emitido pelo Departamento de Imigração do Japão, comprova que o estrangeiro está apto para imigrar.

É importante lembrar que para tirar o visto é necessário o contrato de trabalho emitido no Japão, por uma empresa que aceitou o trabalhador préviamente.

E quais são os trabalhos mais comuns no Japão?


As vagas de emprego no Japão para brasileiros estão concentradas nas fábricas japonesas. Há também outros setores que contratam pessoas com nacionalidade brasileira, como restaurantes, comércios, supermercados e lojas de conveniência.

Para as vagas nas fábricas, saiba mais como são as oportunidades de emprego no Japão por setor:

1. Setor de auto-peças:

O Japão é o terceiro maior produtor de automóveis do mundo, os carros japoneses são famosos pelo desempenho, conforto, relação custo-benefício, durabilidade, inovação, tecnologia e tem alto prestígio e aceitação nos mercados mundiais.

  • Dentre as grandes montadoras japonesas estão a Toyota, Nissan, Subaru, Honda, Mazda, Suzuki e Mitsubishi, que são marcas internacionalmente conhecidas.

  • Para a fabricação de um carro são necessárias milhares de peças de diferentes materiais como ferro, aço, plástico, borracha, vidro, entre outros.

  • As fábricas de auto peças nem sempre levam os nomes das montadoras, uma fábrica pode fazer apenas um tipo de peça para o carro ou algumas, por isso se dá o nome de “setor de Autopeças” e não automóveis.

  • Com a exportação crescente de carros e tecnologia japonesa ao restante do mundo desde os anos 60 este setor é de extrema importância para a economia do Japão, sendo um dos mais importantes.

  • Os tipos de trabalho envolvidos na produção de autopeças são muito variados, mas em geral envolve operação de máquinas, montagem, solda, limpeza, controle de qualidade e embalagem. Os trabalhos em fábricas de autopeças estão entre os empregos que pagam os salários mais altos por hora podendo chegar até 1500 ienes por hora de trabalho aproximadamente, mais 25% em horas extras.

Confira mais detalhes sobre o dia-a-dia do trabalho em fábrica de auto-peças no Japão:

2. Setor de componentes eletrônicos:

Se a sua opção é um trabalho mais leve e limpo, com ganhos um pouco menores do que em auto-peças, você pode entender mais sobre a rotina de trabalho no setor de componentes eletrônicos a seguir:

3. Setor de alimentos

Se a sua opção é um trabalho mais leve e com menor esforço, com ganhos ainda menores do que em auto-peças e eletrônicos, você pode entender mais sobre a rotina de trabalho no setor de alimentos a seguir:

GOSTOU? inicie seu processo conosco preenchendo oS CAMPOS ABAIXO:

Praça da Sé, 371, Conjunto 804

Horário: 9:00 às 18:00

Agência Japão de Viagens e Recursos Humanos LTDA

CNPJ: 30.482.010/0001-71

whatsapp.png